Útero Portal Criador

Útero Portal Criador

O útero é nosso segundo coração. Um órgão muscular oco, do tamanho do nosso punho fechado (!!!), que muda de tamanho, posição e textura durante o ciclo lunar. Origem da vida, receptáculo da nossa força fértil criativa. Arquiva uma carga emocional íntima e profunda, emoções inconscientes. Ele não entende de lógica nem de razão! Não podemos controlar uma menstruação ou uma gestação: essa natureza profunda fala um outro idioma. Ela precisa ser compreendida mais sutilmente e com uma escuta interna atenta, assim podendo se tornar uma grande guia. O útero é aquele órgão que nos pede presença, profundidade e um tempo além relógio.
Assim como pode gestar uma vida, ele revela em nosso sangue menstrual a vida que não foi, o deixar ir numa morte simbólica. Útero é símbolo de vida-morte-vida, a ciclicidade mais poderosa da natureza. Pois ele também acolhe ali as nossas feridas emocionais, os medos, as rejeições, as angústias. As criações que não puderam ser gestadas, as relações que não se deram, os desejos adiados, os prazeres não desfrutados, os gritos não expressados, os descansos não permitidos. Um órgão de grande inteligência, que faz uma faxina emocional.

Desde pequenas, nos apresentam ao útero como um lugar de dor [pra menstruar, pra parir] o que nos gera a preocupação de que precisamos anestesiá-lo. Não fomos ensinadas à honrar, física e energeticamente, esse berço das histórias, de força e poder, de valentia e amor, e de toda a humanidade.

Se reconectar com o útero é se permitir sentir mais profundamente. Se nos permitirmos navegar estes mares escondidos podemos encontrar tanto vínculos que pedem pra ir embora mas também tesouros pra resgatar e gestar junto dos ovários. Se desejamos criar novas rotas, é importante soltar o que não condiz com os intentos do novo ciclo, da nova vida, abrindo de forma amorosa um espaço livre ali. Trabalho feito pela menstruação, de maneira cíclica e consciente, nos ajudando a mudar de pele, pra que possamos dar boas vindas às novas oportunidades que querem nos habitar e pros sonhos que querem ser paridos.

Que tal tentar uma nova relação com seu útero?

E chama as lunáticas pra essa jornada útero adentro ;)